Parcerias

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Pudim de Leite Condensado com Cuajada

No blog da Colmeia da Abelha encontrei este Pudim e pela primeira vez ao fim de fazer vários pudins e tartes de Cuajada posso dizer que gostei deste (pouco mas gostei e comi).
Eu não gosto do sabor da Cuajada mas este realmente fica diferente.
Para a próxima vez não irei por o açúcar porque achámos que ficou demasiado doce, penso que só a lata de leite condensado será suficiente.


Ingredientes:

1 lata de leite condensado (usei magro)
200 grs de leite magro
1 pacote de Natas
120 grs de açúcar
2 saquetas de Cuajada
Caramelo líquido


Preparação:

Colocar todos os ingredientes no copo da Bimby:
- o Leite condensado

- o Leite e as Natas


- o Açúcar e a Cuajada

Programar 12 min. Temp. 90º vel.4

Terminado o tempo colocar o pudim numa forma caramelizada, deixar arrefecer e colocar no frigorífico.

Aqui está ele.


13 comentários:

SoraiaSilva disse...

EU TAMBÉM "DISPENSAVA" O AÇÚCAR :)
Ficou lindo!!
Beijinhos*

Catarina disse...

Também acredito que fique um pudim de cuajada muito agradável devido ao leite condensado. Que forma tão gira !

A Autora do blog disse...

Hummm....que delicia!!!!
Embora nunca tenha feito esse pudim, também, julgo que apenas o doce do leite condensado é suficiente para adocicar o pudim.

http://asvezescozinheira.blogspot.com

Luísa Alexandra disse...

Concordo contigo em relação ao sabor da cuajada, também não aprecio.
O meu truque é utilizar sempre com chocolate, assim não se nota nada o seu sabor, pois o chocolate tem um paladar muito mais marcante.
Ficou muito bem este pudim, e realmente leite condensado e ainda mais açúcar é mesmo para gulosos!

Babette disse...

É uma gulodice permitida nesta altura de carnaval...
babette

fénix renascida disse...

Petição Mais cuidados maternais, por um Futuro melhor!

Para:Assembleia da República


Hoje em dia não é raro ver crinças e jovens a deambular pelas ruas, muitos deles perdidos nas malhas da droga e da prostituição. São crianças e jovens vítimas de "abandono" por parte de quem tem por missão orientá-los:os pais.

Esse "abandono" começa nos seus primeiros meses de vida, quando a mãe se vê obrigada a voltar ao trabalho.

Quantas destas mães não guardariam os seus filhos, se tal lhes fosse permitido?
Ninguém, nem mesmo uma avó, pode substituir os cuidados maternos. É fundamental qua mãe e filho possam fortalecer um vínculo que se iniciou durante a gravidez, pois que tal só traz benefícios quer para a criança quer para a mãe. É nos primeiros anos de vida que se estrutura a personalidade. Uma criança que receba, nesses primeiros anos, os cuidados maternos revelará, estamos certos disso, uma estrutura mental mais forte e saudável.

Fala-se tanto em aumentar a natalidade em Portugal (o país envelhece, pouco a pouco), quando é fundamental olhar para as crianças que já nasceram, essas que, assim que vêm ao mundo, são logo "separadas" da mãe, não lhes sendo permitido um primeiro contacto! Separados logo à nascença!!! Até quando se permitirá que o Homem aniquile esse primeiro momento?

Ainda no hospital, a mãe vive antecipadamente a angústia de saber que, muito em breve, terá de "abandonar" o seu filho aos cuidados de outros. Essa angústia compromete seriamente o vínculo mãe-filho.

À mulher deve ser dada a liberdade de escolha. Nenhuma mulher deve ser obrigada a "abandonar" os seus filhos. Nenhuma mulher deve ser discriminada nem inferiorizada por escolher permanecer em casa, a fim de acompanhar os primeiros anos de vida dos seus filhos. O Estado Português deve investir no lar, permitindo que as mães cuidem dos seus filhos.O Estado Português deve apoiar -mononetariamente, e não só- todas as mulheres que, acima de tudo, queiram cuidar dos seus filhos. O Estado Português não pode esquecer que estes são os Filhos da Nação. Que são o nosso Futuro.

Cada recém-nascido é o futuro do nosso país. E nós queremos um Futuro melhor. Para tal, há que reescrever o presente.


Os signatários


Está em http://www.peticaopublica.com/?pi=P2010N1300

-----------------------------------------------
A primeira petição, se estais recordadas (os), é pela salvaguarda dos direitos naturais de uma mãe, em caso de separação do casal. Está em:
http://www.peticaopublica.com/?pi=P2009N575

-----------------------------------------------

A segunda é pela pessoa deficiente, para que lhes seja permitido (através de rampas, avisos em braillle, etc) aceder aos mais variados espaços públicos! Está em:
http://www.peticaopublica.com/?pi=P2009N134

ameixa seca disse...

Já fiz e gosto muito :)

Marlene e João disse...

Gosto de cuajada mas sinceramente prefiro os tradicionais :D eheheheheheeheh
Está mesmo c um aspecto guloso!
Beijinhos doces de um óptimo fim de semana**

Nani disse...

Verdadeira gula, também dispensava o açúcar, bjs.

Talita disse...

Babei!! Que vontaaaade desse doce!! Sem dúvida deliciosíssimo!

RUTE disse...

Olha, gosto desta forma! Da cuajada não sei se gosto porque ainda não experimentei. Ando a evitar.

Abelha Maia disse...

Pois sabes, cá em casa o açucareiro cai dentro desses doces...hehe.
Ficou lindo.
bjsss

Cuca disse...

Adoro este pudim!!! Até está no blog, mas dou a dica de não por o açúcar porque realmente com o leite condensado chega! (e olha que sou muiiiito gulosa!!)
Beijocas*

Obrigado pela sua Visita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...